Casa      SOBRE...      A MEDICINA CHINESA


 Medicina Chinesa

 

Com uma história de 5 mil anos, a medicina chinesa é um dos recursos mais antigos na área da saúde e do bem-estar. Segundo a filosofia oriental, o ser humano é considerado um espelho da natureza e dos ciclos que a regem, razão pela qual se baseia num conjunto de teorias ancestrais:

 

Yin/Yang - qualquer aspecto da natureza tem 2 polaridades que se influenciam mutuamente. Regra geral, o excesso de um dos elementos implica o vazio do outro. O yin está associado ao frio, à sombra, ao feminino, ao material, ao interior, ao baixo e ao repouso e o yang ao calor, à luz, ao masculino, ao energético, ao exterior, ao alto e à expansão;

 

5 Elementos - madeira, fogo, terra, metal e água geram-se e controlam-se entre si, o que significa que raramente o desequilíbrio afeta apenas um dos elementos. Cada um destes aspectos tem correspondência com os órgãos e tecidos do corpo, emoções, sabores, sons e estações do ano;

 

Zang Fu - conjunto de 12 órgãos e vísceras, num conceito abrangente de correspondências (à luz da teoria dos 5 elementos) e não apenas no sentido tradicional que a medicina convencional lhes dá. São também correspondentes aos 12 meridianos por onde circula a energia do corpo e nos quais se situam os pontos de acupuntura usados no tratamento: fígado/vesícula biliar, coração/intestino delgado, baço-pâncreas/estômago, pulmão/intestino grosso, rim/bexiga e  mestre coração/triplo aquecedor;

       

Qi/Sangue/Líquidos orgânicos - são 3 das substâncias mais importantes para o bom funcionamento do corpo. O qi pode ser traduzido pela energia que mantém a vida de cada organismo que, associado ao sangue (um conceito mais profundo do que apenas o líquido que flui nas veias e artérias) circula nos meridianos, ou canais energéticos. Já os líquidos orgânicos são os responsáveis pela nutrição dos mais variados tecidos, como a pele, as unhas, o cabelo, os olhos ou as articulações.

 

A medicina chinesa tem os seus próprios meios de diagnóstico, através de um questionário minucioso, observação da língua e palpação do pulso, que, uma vez concluído, permite traçar um plano de tratamento 100% direcionado às necessidades de cada paciente, composto pelas técnicas mais adequadas a cada caso, com o objetivo de eliminar a doença e promover a saúde.

 

A acupuntura estética começou por ser utilizada pelas imperatrizes chinesas para manter a pele jovem e radiante. Foi descoberta de uma forma quase acidental durante os tratamentos de acupuntura convencional que, além de ajudar a melhorar a saúde e fomentar a longevidade, tinha também um efeito rejuvenescedor. Nos dias de hoje este método combina a sabedoria ancestral da medicina chinesa com as mais avançadas técnicas de estimulação neuromuscular em prol da beleza e do bem-estar.



 
Carolina Bevilacqua; Todos os direitos reservados                                                              
11 - 9 9876 - 6094
Carolina Bevilacqua - Kama Prem
Terapêuta Naturopata - Acupunturista   Cursos - Palestras - Atendimentos                             

Desenvolvido por:

www.agenciawoo.com.br